top of page

A Dependência Emocional como um Ciclo Vicioso: Por que é Difícil Sair Dele?

Você já se viu preso(a) em um ciclo vicioso de dependência emocional, onde parece impossível sair? É um tema desafiador, mas entender por que é tão difícil romper esse ciclo é fundamental para nossa libertação emocional. Neste texto envolvente, vamos explorar a dependência emocional como um ciclo vicioso, apresentando casos do cotidiano e embasando-nos em estudos científicos.


A dependência emocional é um padrão de comportamento que se desenvolve quando uma pessoa busca compulsivamente a aprovação, a validação e a segurança emocional de outras pessoas. É um ciclo vicioso que pode ser difícil de romper, e entender os motivos por trás dessa dificuldade é essencial.


Um dos fatores que contribuem para a perpetuação desse ciclo é a baixa autoestima. Muitas vezes, as pessoas dependentes emocionalmente têm uma visão negativa de si mesmas, acreditando que não são dignas de amor e felicidade. Esse sentimento de inadequação as leva a buscar constantemente a validação de outros, na esperança de preencher o vazio emocional que sentem. O estudo de Rosenberg et al. (2015), intitulado "Self-esteem and dependence in romantic relationships", evidencia essa relação entre a baixa autoestima e a dependência emocional.


Outro fator que alimenta o ciclo vicioso é o medo do abandono. As pessoas dependentes emocionalmente têm uma preocupação constante em serem deixadas, o que as leva a se submeterem a relacionamentos tóxicos e insatisfatórios, apenas para evitar a solidão. Esse medo profundo é muitas vezes enraizado em experiências passadas de abandono ou rejeição. Um estudo realizado por Spielmann et al. (2014), intitulado "The Dangers of Dating the "Bad Boy" (or Girl): Temptations, Frustrations, and Risks of Love, evidencia essa ligação entre o medo do abandono e a dependência emocional.


Casos do cotidiano ilustram bem a dinâmica desse ciclo vicioso. Por exemplo, podemos observar uma pessoa que está presa em um relacionamento abusivo, no qual é constantemente desvalorizada e maltratada. Apesar do sofrimento, ela encontra dificuldade em romper com essa situação, pois sua dependência emocional a impede de reconhecer seu próprio valor e buscar um relacionamento mais saudável. Outro exemplo é o indivíduo que se apega a parceiros(as) que não estão emocionalmente disponíveis, sempre esperando que essa pessoa finalmente corresponda ao seu amor e carinho, mesmo que isso raramente aconteça.


A dependência emocional é um ciclo vicioso complexo, enraizado em baixa autoestima, medo do abandono e padrões de comportamento disfuncionais. Romper esse ciclo exige coragem, autocompreensão e busca por ajuda profissional, como a terapia. É um processo de autodescoberta, aprendizado e crescimento pessoal preciso e necessários para momentos como estes.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Teia de aranha em relacionamentos tóxicos

O que são relacionamentos tóxicos? Relacionamentos tóxicos são como aquelas plantas carnívoras que vemos nos filmes de terror: a princípio, parecem atraentes e inofensivos, mas no fundo são devoradora

Terapia que Funciona

1. Introdução à terapia ACT e sua abordagem única A terapia ACT (Terapia de Aceitação e Compromisso) é uma abordagem terapêutica inovadora que tem se destacado por sua eficácia no tratamento de uma va

Como esquecer um ex(amor): uma estratégia terapêutica.

Após o término de um relacionamento, é comum sentir uma mistura de emoções intensas como tristeza, raiva e confusão. Nesse momento delicado, é fundamental encontrar maneiras saudáveis de lidar com ess

Comments


bottom of page